Categorias
Artigos

#6 Desafio 2017 – Alimentação

Olá!

Bem vindo ao 6º desafio de 2017!

Os últimos 5 desafios que lançamos foram:

  1. Janeiro: Consciência emocional (Ver o desafio aqui)
  2. Fevereiro: Autoestima (Ver o desafio aqui)
  3. Março: Exercício físico (Ver o desafio aqui)
  4. Abril: Resiliência (Ver o desafio aqui)
  5. Maio: Resistência ao Impulso (Ver o desafio aqui)

Este é o mês da Alimentação. Embora esta não seja logicamente uma competência emocional, afecta e muito a forma como conseguimos lidar com as nossas emoções e como tomamos decisões. A alimentação pode ditar a diferença entre sentirmos-nos bem, confiantes, felizes, otimistas, saudáveis ou o inverso. No entanto, infelizmente é descurada por muitas pessoas.

A comida que ingerimos dá ao nosso corpo a informação (nutrientes e vitaminas) que ele precisa para operar. Se não dermos a informação correta, os nossos processos metabólicos sofrem e a nossa saúde começa a deteriorar. Se ingerirmos comida mais saudável e tivermos atenção à nossa alimentação, o nosso corpo e cérebro funcionam melhor, refletindo-se no nosso bem estar quotidiano.

A alimentação funciona como medicina, ajudando-nos a prevenir e a tratar de doenças. É o combustível do nosso corpo. Já dizia o ditado “Somos aquilo que comemos”.

A grande dificuldade de muitas pessoas em manter uma alimentação equilibrada, é que tentam fazer mudanças radicais, sofrendo emocionalmente e fisicamente com a mudança. O truque está em adotar pequenas mudanças diárias, para que o nosso corpo e cérebro consigam absorver facilmente, até se tornar num hábito alimentar. Nesse sentido, lançamos-te um desafio muito pequeno, mas que pode ser um bom passo para melhorares a tua alimentação. Se cumprires este pequeno desafio, daqui a um mês vai ser muito mais fácil fazeres mais algumas pequenas mudanças alimentares e com isso, mês a mês, passo a passo, vais conseguir criar uma boa alimentação, dando a informação que o teu corpo e cérebro precisam para operar da melhor forma. E se o teu cérebro e corpo estiverem na sua capacidade plena, então gerir as emoções e lidar com as adversidades, torna-se muito mais fácil!

Até ao próximo desafio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a newsletter

Para receber todas as novidades em primeira mão…