Categorias
Artigos

#9 Desafio 2017 – Descanso

Olá!

Chegamos ao mês de Setembro e é altura de mais um desafio mensal. Setembro é uma altura com muito desgaste, pois as pessoas costumam voltar de férias, as crianças retomam à escola e as empresas preparam o último trimestre do ano. Todos os meses temos trabalhado uma componente de Inteligência Emocional, mas também temos trabalhado aquelas componentes que influenciam a Inteligência Emocional. O exercício físico em Março e a alimentação em Junho, foram duas delas. Por último, existe outra componente que é muito importante para conseguirmos gerir as nossas emoções de forma eficiente: O Descanso. Este mês vamos lançar um pequeno desafio, que é óbvio, mas que não é muitas vezes respeitado.

Os últimos 8 desafios que lançamos, foram:

O descanso é fundamental se quisermos desenvolver a nossa Inteligência Emocional e gerir emoções de forma eficiente. Por vezes até concentramos-nos em ter uma boa alimentação e fazer algum exercício físico, mas descuramos a parte do descanso. Aliás, se vivermos com um mindset de atingirmos sucesso na nossa área, somos bombardeados com mensagens que temos que dormir pouco para produzir mais e ultrapassar a nossa concorrência. Este conselho é positivo, desde que o dormir pouco não signifique dormir menos horas do que o corpo realmente precisa.

Para que entendas realmente o impacto que o descanso tem na nossa vida, vou-te deixar cinco grandes problemas que a privação de sono nos traz.

 

1. A privação de sono deixa-nos menos inteligentes

O sono tem um papel crítico no pensamento e aprendizagem. A privação de sono prejudica os nossos processos cognitivos de várias formas. Durante a noite, vários ciclos de sono desempenham um papel em consolidar as memórias. Se não dormirmos o suficiente, não vamos ser capazes de recordar com eficácia aquilo que aprendemos e experimentamos durante o dia.

2. A privação de sono contribui para a depressão

Ao fim de algum tempo, a falta de sono pode contribuir para sintomas de depressão. Em 2005, numa sondagem nos EUA, as pessoas diagnosticadas com depressão ou ansiedade tinham mais probabilidade de dormir menos de seis horas por dia. O distúrbio de sono mais comum, a insónia, tem a ligação mais forte à depressão. Num estudo feito em 2007 com 10.000 pessoas, aqueles que tinham insónias, tinham cinco vezes mais probabilidade de desenvolver depressão do que aqueles que não tinham insónias.

3. A privação de sono envelhece a pele

Quando não dormirmos o suficiente, o nosso corpo liberta mais cortisol, a hormona do stresse. Em excesso, o cortisol pode quebrar o colagénio da pele, a proteína que mantém a pele elástica e suave.

4. A privação de sono pode fazer-nos ganhar peso

De acordo com um estudo de 2004, as pessoas que dormiam menos de seis horas por dia, tinham 30% mais de probabilidade de se tornarem obesas, em comparação com aqueles que dormiam sete a nove horas. A falta de sono não estimula só o apetite. Estimula desejos para comidas ricas em gordura e hidratos.

5. A privação de sono pode aumentar o risco de morte

No estudo “Whitehall II”, investigadores Britânicos analisaram como os padrões de sono afetavam a mortalidade de mais de 10.000 civis ao longo de duas décadas. Os resultados, publicados em 2007, revelaram que aqueles que cortaram o seu descanso de sete para cinco ou menos horas por noite, quase duplicaram o seu risco de morte. Em particular, a falta de sono duplicou o risco de morte por doença cardiovascular.

 

O desafio deste mês é apenas que descanses entre sete a nove horas diárias. Cada pessoa é diferente e precisa de diferentes horas de sono, mas o número médio geral é entre sete a nove horas. Durante este mês, tenta respeitar estas horas. E, se estás a pensar que dormes cinco horas por dia e compensas no fim-de-semana, as horas de sono não são acumuláveis! Se precisares de recuperar, tenta dormir uma sesta ou fazer algum descanso durante o próprio dia e não concentrar tudo no fim-de-semana.

Bom treino!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva a newsletter

Para receber todas as novidades em primeira mão…